quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Dedicatória...

Para Andréa Zílio, minha amiga do dia-a-dia e de blog. Agradecendo o lindo texto que fizeste em seu blog te dedico 3 coisas, já que não sou boa poeta!-

Uma flor amarela









Um poema de Mário Quintana
Canção do Dia de Sempre
(Mário Quintana)

Tão bom viver dia a dia
a vida assim, jamais cansa
Viver tão só de momentos
como estas nuvens no céu
E só ganhar, toda a vida
inexperiência, esperança

E a rosa louca dos ventos
Presa à copa do chapéu
Nunca dês um nome a um rio: sempre é outro rio a passar.
Nada jamais continua, tudo vai recomeçar!
E sem nenhuma lembrança
Das outras vezes perdidas,
atiro a rosa do sonho nas tuas mãos distraídas…

- Um trecho de Dura na Queda - Chico Buarque

"O sol ensolarará a estrada dela
A lua alumiará o mar
A vida é bela
O sol, a estrada amarela,
as ondas, as ondas, as ondas ..."
AMO VOCÊ MINHA AMIGA!
(De Claudinha Bartolo para Andréa Zílio)

Um comentário:

Claudinha Bártholo disse...

AH QUE LEGALLL HEHEHE
eu não consegui colar seu texto por isso não postei ele no meu blog...
mas ei de copiar letra por letra e deixar gravado lá no beijo de língua,
TE AMO BEIJOS.