sábado, 13 de dezembro de 2008

Vermelho!

Em cada sorriso uma história contada,
no olhar um mistério revelado,
no gesto a libertação de uma expressão suprimida,
na brincadeira uma verdade insensata,
no íntimo o desejo.
Te fazes pequena quando és gigante,
brinca serena mas a seriedade é teu ímpeto.
No valor está a humanidade e sua beleza,
nos sonhos a destreza e imensidão.

(Andréa Zílio - Foto: Ezequiel Vieira.Olhares)

Um comentário:

Claudinha Bártholo disse...

Vermelho é uma música da Vanessa da Mata...

"Gostar de ver você sorrir
Gastar das horas pra te ver dormir
Enquanto o mundo roda em vão
Eu tomo o tempo
O velho gasta solidão
Em meio aos pombos na Praça da Sé
O pôr do Sol invade o chão do apartamento"

to aqui na grande e incrível São Paulo.