quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Escrever

É um vício,
daqueles mais fortes e insaciáveis.
É uma rotina,
daquelas mais gostosas e inebriantes.

Como uma gota de orvalho que precisa
do amanhacer para ser tão bela.
Da mesma maneira que o cantor precisa do palco para ecoar sua voz.

Escrever é quando os fatos se tornam verdadeiros
depois de terem sido inventados.
Em cada letra, a história contada, o sentimento expressado
do que se vive, ou apenas vê, mas sobretudo, sente.

(Texto e Foto: Andréa Zílio - RJ)

Um comentário:

Claudinha Bártholo disse...

é linda demais meu deus...
:)