quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Renovação!

Nesse pequeninar de tristeza descobri novos rumos,
experimentei mil sabores que dissolveram em minha boca
como palavras de muita poesia, em um cenário surreal.
Imaginar a realidade diante de tanta beleza é
uma overdose de felicidade.

O sangue pulsa mais forte em minhas veias,
energiza cada ponto deste corpo que abriga minha alma.
Só então percebo que às vezes é preciso ser como a garça,
que em muitos momentos se apóia em apenas uma perna para
não pesar o coração. E então, lança mais um de seus vôos, nobre e belo.

Me ergo em tua beleza, na tua energia e nessa sutileza de teus sonhos.
Me embriago em emoções que proporcionas,
exalando a plenitude do viver, que vai além...
muito além de uma mera existência, implicando em um Ser que faça jus a vida.

(Texto: Andréa Zílio / Foto: Sérgio Vale - RJ)

3 comentários:

Anônimo disse...

Descobri teu blog no google. Gosto muito da sutileza com que vens a escrever. E também és de muita beleza. Beijos!
(Daniel - Portugal)

Anônimo disse...

O Rio agradece a tua sensibilidade,Branca! E nós, mero leitores,também. Adorei a teoria da garça. TE AMO. Beijão,Dani Zannini.
(Linda a foto!)

Claudinha Bártholo disse...

Lindo texto Zilio...
da ate pra ouvir sua voz...
ser raro, belo e puro...
te amo beijos