quarta-feira, 29 de abril de 2009

Dá-me a verdade!

DÁ-ME A VERDADE:dou-te a vida.
A vida esquece como a água PASSA,
E é coisa morta a coisa que é esquecida.
Dá-me a verdade!
Como o que nunca foi, a vida esvoaça.
Ter o que é certo nas incertas mãos!
Saber bem o que nunca pode ser!
Tudo isto nos faz ermos e irmãos
No nada que nós somos.
Dá-me poder sentir, saber querer!
Instante inútil entre ser e estar,
Momento vácuo entre sonhar ou não,
Tudo isto pode ser e não ficar.
Dá-me a verdade!
Mas deixa-me a mentira ao coração!
(Fernando Pessoa)

*Geralmente só faço postagens de textos de minha autoria, mas Fernando Pessoa é uma exceção sempre bem vinda, até para um humilde blog de rabiscos.

Um comentário:

Handreh disse...

Lindo, né? Bem verdade... sempre pedimos a verdade, verdade e verdade... mas às vezes a mentira nos faz tão mais feliz...
Passo por isso agora.
Beijão!
o/