segunda-feira, 19 de abril de 2010

Saudade

Saudade como se ali eu sempre pudesse estar,
... como se tudo tivesse começando naquele lugar.
Saudade sem fim... de cada espaço, dia de sol, luar...
Dos rostos desconhecidos,das possibilidades... de cada canção, detalhe, cor, sabor.
Saudade dessa sina, dessa África que se avizinha. Dessa mistura do ontem com o hoje. Dessa tradicional contemporaneidade.
(A.Z / Foto tirada por Maracimoni em Cape Town - ZA)

6 comentários:

Anônimo disse...

"O amor é grande e cabe nesta janela sobre o mar. O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar. O amor é grande e cabe no breve espaço de
beijar." - Carlos Drummond de Andrade

Charlene Carvalho disse...

Saudade a gente leva. Na maioria das vezes traz. Viva-as!

Anônimo disse...

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.
Fernando Pessoa

GiselleXL disse...

Ei,
me leva pra matar essa saudade também?

Anônimo disse...

Saudade, torrente de paixão,
emoção diferente,
Que aniquila a vida da gente;
uma dor que ou não sei de onde vem...
Deixaste meu coração vazio,
Deixaste a saudade,
Ao desprezares aquela amizade
Que nasceu ao chamar-te, "Meu bem"!
Nas cinzas, do meu sonho,
Um hino, então, componho,
sofrendo a desilusão
que me invade,
canção de amor...saudade

Pra você, uma flor !
Saudade..

Anônimo disse...

@leoaugustobh
Gostei muito "...Dos rostos desconhecidos,das possibilidades... de cada canção, detalhe, cor, sabor..."